Presidente do Sindicado das Indústrias de Laticínios de Minas Gerais não espera queda brusca no preço pago pelo litro de leite ao produtor.

Apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor devido à Covid-19, o presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios de Minas Gerais, José Antônio Bernardes, não espera uma queda brusca no preço pago pelo litro do leite ao produtor e nem uma paralisação na captação dos laticínios. “Até o momento não está tendo uma crise de produção. [...]